Quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

06/11/2015 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA gaúcha perdeu uma grande oportunidade de dar demonstração de isenção e grandeza no caso do deputado Baseggio. Ao não cassar o deputado envolvido em falcatruas com seus assessores, os deputados gaúchos demonstraram que são farinha do mesmo saco.  Provavelmente, muitos rabos presos, pelos mesmos motivos. Até bem pouco tempo, os gaúchos se gabavam que tinham os melhores políticos dos Brasil. Isso é coisa do passado.
DORMIR CEDO, ACORDAR CEDO. Comer pouco e não beber bebidas alcoólicas. Não usar drogas e praticar esportes. Tarefas que podem ser perfeitamente cumpridas sem muitos sacrifícios. Essa é a receita para chegar a velhice em forma e com qualidade de vida.
PORTA ARROMBADA, tranca de ferro. Recém agora deverá ser votada a lei que regulamenta o transporte e venda de leite no Estado. Isso que o RS é um dos maiores produtores de leite do país. Temos uma assembleia  vigilante, atenta e atuante.
FREQUÊNCIA MODULADA FM - AMPLITUDE MODULADA AM - A crise que campeia livre leve e solta por todo o país, pode atrasar a migração do rádio AM para FM. Equipamento importado e dólar nas alturas é um agravante para as emissoras que querem migrar. A intenção da ABERT é fazer um pacotão  entre as cerca de 1300 emissoras AM e barganhar para negociar o equipamento e o custo dos canais.
AQUI no Brasil não foi preciso lei como aconteceu na China para diminuir o número de filhos. Meus avós maternos, por  exemplo, tiveram 9 filhos e os paternos 10.    Meus pais tiveram 6 e eu tenho dois. Hoje, amaioria dos casais  não tem mais do que dois filhos. Ter  mais do que 4 filhos é quase uma irresponsabilidade.
A TENTATIVA DO GOVERNADOR Sartori de reduzir o teto das RPVs (Requisições de Pequeno Valor) nada mais é do que um calote em quem tem para receber do Estado. Se com o teto atual, para receber alguma demanda do Estado já é um parto de ouriço, já imaginou se a lei for aprovada... Definitivamente, os governantes deste país  não gostam de ver o povo feliz.
 MUITA GENTE não gosta, mas o horário de verão espicha os dias. Muita coisa que normalmente você não poderia fazer no horário normal, o horário de verão favorece. Por exemplo, cortar grama, dar uma ajeitada nas tralhas, quem tem piscina dar um mergulho, ou então, dar uma chegada num balneário ou num pesque-pague, e, é claro, dar aquela caminhada para manter a forma. Até um happy hour  com os amigos entra no cardápio.  Todas atividades prazerosas. Afinal, o verão é feito para isso.
CALIBRANDO - DEU NO JORNAL - Ministérios gastarão 81,4 milhões só em cafezinho neste ano. COM A MORTE de Gilson Grando, o PMDB perdeu uma grande liderança e um potencial candidato. CÁ PRA NÓS; o governo de FHC também não serve de  exemplo. CAMPANHA de recolhimento de lixo eletrônico, oportunidade de se livrar de tranqueiras em casa. MEGA SENA rondando a região,  recentemente,  a Quina saiu para um apostador de Nova Candelária. ENQUANTO A BR 472 é muito bem cuidada, a ERS 342 está jogada às traças. 
ÓTIMO FIM DE SEMANA - curtindo o som romântico do Roupa Nova, dando um play em" Chuva de Prata".



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS