Domingo, 25 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Em 20 anos de atividades, Grupo Escoteiro Flor de Maio elege primeira mulher presidente

27/11/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Depois de atuar por 13 anos como secretária do grupo, professora Dalva Mirian Lenz assume presidência do grupo até 2017
  Desenvolver a criança e o adolescente, por meio de valores que priorizam a honra, baseado na Promessa e na Lei Escoteira, fazendo com que ele assuma seu próprio crescimento, tornando-se um exemplo de fraternidade, lealdade, responsabilidade, respeito e disciplina. Esta é a proposta do escotismo, movimento do qual a família de Dalva Mirian Lenz
(foto) faz parte há quase 20 anos. "Primeiro, meu filho Michel ingressou no Grupo Escoteiro Flor de Maio em 1996 como lobinho.     Depois, meu outro filho, Christofer, ingressou em 1999. Iniciei como mãe, pois procurei sempre me envolver e principalmente incentivar, pois na época pesquisei como era a proposta de trabalho e me encantei. Desde então, o escotismo fez parte da educação dos meus filhos e faz parte da minha vida", conta.
Este ano, o Grupo Escoteiro Flor de Maio comemora 20 anos de atividades e para Dalva, a data tem um significado especial.   "Em 2002 fui eleita secretária da diretoria, onde permaneci até 2015, e agora, fui eleita a primeira presidente mulher do grupo", celebra. 
  Dalva se dedicou ao magistério por 33 anos, destes, 17 anos foi diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental Frederico Lenz, de Manchinha, interior de Três de Maio. Agora, assume o desafio e a honra de liderar os 75 integrantes do Grupo Escoteiro Flor de Maio, os quais, estão distribuídos entre lobinhos, escoteiros, sêniors, chefes e membros da diretoria.
  Com vontade de trabalhar, buscar incentivos, além de apoiar o trabalho dos chefes e incentivá-los na busca de formação, a presidente revela os objetivos de sua gestão, que vai até 2017. "Valorizar cada lobinho, cada escoteiro e cada sênior do grupo são a nossa razão e o nosso foco, sempre buscando sentir as crianças realizadas com o escotismo", exalta. 
Ampliação da sede é uma das metas
  Em relação a projetos, juntamente com os membros da diretoria e o auxílio dos pais, Dalva está na busca de incentivos com o objetivo de finalizar a ampliação da sede localizada no Parque de Exposições Germano Dockhorn. 
  Também trabalha para oportunizar às tropas, integrações com demais grupos escoteiros. Segundo a presidente, este intercâmbio de vivências e trocas de experiências são fundamentais para contribuir na educação das crianças e na formação como membros de uma comunidade.
Incentivo da família
  No que se refere à educação dos filhos, Dalva assinala a importância dos pais (ou só do pai ou da mãe) em acompanhar e estar presente no grupo. "É fundamental apoiar a proposta que tem o escotismo na educação, conhecer o trabalho e, consequentemente, se envolver. O interesse ocorre naturalmente. Foi o que aconteceu comigo, pois meus dois filhos sempre participaram do escotismo. Este é o reflexo da importância que dei ao escotismo", pondera.
Contato com a natureza versus tecnologia
  Questionada sobre os princípios do movimento versus a presença da tecnologia e dos eletrônicos na vida das crianças e adolescentes, Dalva pondera que acompanha o grupo de escoteiros desde sua fundação, e já presenciou diversas fases dos jovens que passam pelo movimento. 
  Conforme ela, o escotismo também acompanha a evolução tecnológica, e um exemplo é "Jamboree On The Internet  - JOTI", um encontro mundial de escoteiros na internet, onde os jovens participam durante três dias realizando os mais diversos tipos de tarefas que são fotografadas, filmadas e compartilhadas com os mais grupos mundiais. "Este ano, o evento foi realizado em outubro, onde alcançamos o nível Diamante", informa. 
Entretanto, segundo a presidente, o escotismo não perdeu sua essência, pois ainda trabalha com atividades de aventuras, desafios, acampamentos, proporcionando aos jovens um maior contato com a natureza. "No escotismo sempre buscamos instigar nos jovens o contato com a natureza, o trabalho colaborativo e social. Desta forma, fortalecemos o vínculo que os jovens possuem entre si", cita.
Valores para toda a vida
  A presidente menciona um dos princípios do programa educativo do escotismo "Educar para a vida", que oferece oportunidade para que as crianças e jovens desde cedo aprendam respeito, responsabilidade, disciplina, honra e cresçam como pessoas, de maneira progressiva (respeitando idade, amadurecimento, etapas, entre outros). 
  Dalva concluiu reiterando a importância dos valores, pois o escotismo torna crianças e jovens em pessoas melhores e cidadãos conscientes, com uma bagagem para toda vida.

FOTO PRINCIPAL: FOTO AVENIDA / DIVULGAÇÃO

Confira a matéria completa no jornal impresso








Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

13/04/2017   |
31/03/2017   |
03/03/2017   |
17/02/2017   |
17/02/2017   |
10/02/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS