Domingo, 23 de julho de 2017
Ano XXIX - Edição 1466
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Falta de repasse de recursos do Estado e União afeta serviços do Município

22/01/2016 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar

Para conter gastos, medidas excepcionais serão adotadas até o dia 31 de março 
No início da semana, o prefeito de Três de Maio, Olívio José Casali(FOTO), se reuniu com a equipe do setor financeiro e com a assessoria jurídica para falar sobre a difícil situação em que o Município se encontra, devido à falta de depósito de recursos das esferas estadual e federal.
Casali ressaltou que será necessário realizar uma extraordinária economia, para que o Executivo possa fazer frente à prestação de serviços para a comunidade. "As prioridades no momento são a Saúde, Educação, Desenvolvimento Social e a folha dos servidores públicos, além das obras de infraestrutura que estão ocorrendo no Parque Empresarial II e dos calçamentos e obras de asfaltamento que serão levados a efeito, por meio de emendas parlamentares", enfatiza.
Para conter custos, a Prefeitura também suspendeu os serviços particulares na cidade e interior, até o dia 31 de março, para que a máquina pública possa continuar prestando os serviços básicos necessários à população.


FOTO: PREFEITURA DE TRÊS DE MAIO




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/07/2017   |
07/07/2017   |
16/06/2017   |
02/06/2017   |
06/05/2017   |
06/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS