Terça-feira, 19 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1584
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Lançada nesta semana, Campanha da Fraternidade chama a atenção para saneamento básico e qualidade de vida

12/02/2016 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Com o tema "Casa comum, nossa responsabilidade", foi lançada na Quarta-feira de Cinzas, dia 10, data que marcou o início do período de Quaresma, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016.
A campanha, realizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), tem como lema "Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca" (Amós 5.24), com foco no saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos.
O lançamento oficial foi feito na sede da CNBB, em Brasília. O Conic é constituído pelas igrejas Apostólica Romana (Icar), Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), Presbiteriana Unida (IPU) e a Sirian Ortodoxa de Antioquia (Isoa).

100 milhões sem saneamento básico
Dados divulgados pelo Conic indicam que o País tem 100 milhões de pessoas sem saneamento básico - ou seja, pouco menos que a metade da população, que é de 204 milhões -, além de o Estado brasileiro ter deficiência na prestação de serviços relacionados ao tratamento da água e esgoto e à coleta de lixo.
O padre Giani Marcos Pitol, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Três de Maio, explica que a campanha objetiva chamar a atenção para a necessidade de "proporcionar condições de vida dignas a todas as pessoas, uma vez que há muitas que não possuem saneamento básico adequado, como deveria ser". "Isso acaba causando transtornos para essas pessoas e para toda a sociedade", diz ele ao Semanal.
Dentro da abrangência do tema, o padre também frisa o fato de a campanha atentar para a preservação do planeta de um modo geral. "É uma proposta de que a gente desperte o nosso cuidado para a casa comum, que é o planeta, ou seja, não apenas cuidar da minha casa, do meu lixo, mas do meu redor, do mundo que existe à minha volta. Lutar para proporcionar saneamento básico a quem não tem e cuidar do planeta são responsabilidades de todos", ressalta o padre.

Quarta Campanha Ecumênica
Ao longo do ano, serão desenvolvidas atividades pautadas pela temática da Campanha da Fraternidade. Por outro lado, na data que marcou o início da Quaresma, houve duas missas na Igreja Matriz, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, às 15h e às 19h30min, e uma no Hospital São Vicente de Paulo, na capela, às 17h.
Esta é a quarta Campanha da Fraternidade Ecumênica. A primeira foi realizada em 2000, com o tema "Dignidade humana e paz" e lema "Novo milênio sem exclusões". A segunda, em 2005, abordou "Solidariedade e Paz" e "Felizes os que promovem a paz". A Campanha de 2010 tratou da "Economia e Vida", a partir do lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro".


A falta de saneamento básico e suas consequências
O saneamento básico é um direito humano fundamental e requer a união de esforços de todos; inclui os serviços públicos de abastecimento de água, o manejo adequado dos esgotos sanitários, das águas pluviais, dos resíduos sólidos, o controle de reservatórios e dos agentes transmissores de doença.
Alguns dados para você se sensibilizar, buscar mais informações e criar novos hábitos:
- O maior problema do saneamento básico, hoje, é a fome;
- Uma criança morre a cada 2,5 minutos por não ter acesso a água potável, por falta de redes de esgotos e por falta de higiene;
- 18% da população brasileira ainda não tem acesso a água tratada. Mais de 100 milhões de brasileiros não possuem coleta de esgotos;
- No mundo, um bilhão de pessoas fazem suas necessidades a céu aberto.
 Na América Latina, as pessoas têm mais acesso aos celulares do que aos banheiros.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

01/11/2019   |
04/10/2019   |
07/06/2019   |
24/05/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS