Domingo, 25 de agosto de 2019
Ano XXXI - Edição 1571
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

01/04/2016 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar

BADALADAS QUE INCOMODAM - Leitor questiona a necessidade de tocar o sino todo os dias, as 7 horas da manhã. Segundo ele, o sino da igreja era um instrumento para anunciar a hora na época em que relógios eram raros. Mas hoje todo mundo tem um ou mais .Conforme o leitor tocar o sino nesse horário, não tem mais razão de ser. As badaladas deveriam servir apenas para anunciar uma celebração, ou um falecimento. Não para anunciar a hora. Nesse horário , conforme o prezado leitor ,serve mais como um incomodo ,um estorvo, para pessoas doentes ou que sofrem de insônia ,pessoas que por motivo profissional dormem tarde, ou simplesmente querem dormir mais. Não deixa de ter razão, mas é uma tradição difícil de mudar. Mas, bom senso e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

A LISTA NEGRA : A lista da Odebrecht está causando furor entre os políticos. Muitos se dizem surpreendidos. Dinheiro sem origem na conta, deve surpreender mesmo. Cada um tem uma explicação. Umas até são convincentes. Aqui da região, vários estão tentando se explicar. O certo é que o efeito dominó dessa lista está chegando a nomes até então, acima de qualquer suspeita. E de quase todos os partidos. Culpados ou inocentes? O tempo dirá.
CADEIRA CATIVA - O Festival de propinas da operação lava jato, escancara uma situação conhecida no mundo político. Quem que já detém um mandato dificilmente irá perdê-lo. A renovação do congresso sempre salutar, fica comprometida. Os candidatos de primeira viagem travam uma batalha desigual e busca do voto. Além das famigeradas emendas parlamentares, lutam contra um poderio econômico cada vez maior ,que despeja milhões, conseguidos muitas vezes de forma ilegal, por aqueles que usam o mandato como poder de barganha. Assim conseguir se eleger é uma missão quase impossível.
COM A MÃO NO FREIO: A grande safra de soja deve dar uma mexida legal na economia regional. Mas, mesmo assim o comercio não está muito otimista. Dizem que até agora o reflexo nas vendas é mínimo. A crise deve estar fazendo os produtores puxarem o freio. Incertezas pela frente recomendam pés no chão.
O LEITINHO DA BARROSA - A indústria diz que não vai mais recolher leite de produtores que produzem menos de 50 litros por dia. Também sou da opinião que o produtor tem arregaçar as mangas e ir com tudo, ou desistir da atividade. Menos de 50 litros por dia, dá só pra sobreviver, e olhe lá. Mas é preciso que o poder público e a própria indústria, de fato invistam no pequeno produtor, não o abandone a própria sorte. A indústria está prometendo fazer a sua parte, o poder público também. Assim se todos fizeram certinho, todos ganham. 
CALIBRANDO - FIQUE LIGADO; hoje é 1º de abril. DILMA se esconde atrás da palavra "Golpe" para defender o seu mandato. ESTRATÉGIA DO PMDB: desembarcar no governo agora, na esperança de embarcar como timoneiro, logo ali. AVISO AO NAVEGANTES: Secretários municipais que pretendem concorrer nas eleições de outubro precisam se desincompatibilizar até o dia 02 de abril. COM O DESEMPREGO batendo a porta, as instituições de ensino da região, estão investindo em curso de qualificação. Essa é a realidade: só os mais preparados terão chance. QUEM diria o PP reluta em largar o governo Dilma. O DROGÔMETRO já vem tarde. MÉDIA nas lavouras de soja beirando os 60 sacos por hectare. É soja que não acaba mais.
ÓTIMO FIM DE SEMANA curtindo as "Folhas de Outono" do rei que está em terras gaúchas.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS