Sábado, 23 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

26/08/2016 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - A GENTE PODE TER DÚVIDAS? A dúvida existe. Como também existe a certeza. Certeza relativa e certeza absoluta. Nem tudo que se diz é verdade, por isso existe a dúvida. Será que falou a verdade? Nem tudo o que acontece está claro. No mundo do crime, quanta dúvida a respeito do autor do delito. Há aqueles que usam de artifícios para enganar os trouxas. Por isso, a dúvida é legítima. Agora, duvidar de tudo e de todos, também não. Quem acredita em tudo, corre sérios riscos. Nem todos mentem e nem todos enganam. Por isso, há que distinguir. Existem os dois lados da medalha. Existe o preto e o branco. Existe o quente e o frio. São os dois lados da crença: verdade ou mentira. Como não ser cético, quando se nos apresentam mistérios? Talvez, seja por isso que pelo mundo afora existam tantos ateus, porque na lógica destes seres humanos, não haja transparência suficiente. Não ter dúvidas a respeito de uma outra vida, exige fé. E fé independe de compreensão. Mas, quem pensa, tem dúvidas.
PERDEMOS PARA A JAMAICA?  Não. Não temos efetivamente tradição olímpica. Mas houve superação. Estados Unidos: 121 medalhas. Depois seguem Inglaterra, China, Rússia, Alemanha e por aí vai. O Brasil atingiu a meta com 19 medalhas, mas ficou em 13° lugar. Os resultados mostram de certa forma a situação econômica dos países participantes. 
E AGORA? - Se faço sou xingado, se não faço também sou xingado. E agora, o que faço? 
PESSIMISMO - Na visão do colunista do The New York Times, Roger Cohen, o Brasil é um cemitério de céticos. "O Exterior vê o Brasil melhor do que os brasileiros veem seu país." É o que escreve o colunista. Otimismo vem bem nas horas difíceis. Para ele, apesar da corrupção e do impeachment , "o país é inegavelmente um grande ator da economia do século XXI." 
DOIS DÓLARES DIÁRIOS - Isso dá menos de R$ 7,00 reais por dia. Nos Estados Unidos, em Chicago, vivem pessoas com uma renda de não mais de US$ 2 dólares diários por pessoa, ou US$ 60 dólares por mês. São os chamados 'pobres dos US$ 2 diários'. Esta é a realidade num país considerado rico. E qual a nossa realidade? 
POR QUE MAIS DEBATES EM SALAS DE AULA? POR QUE NÃO MAIS CONTEÚDO?
COMO MEDIR A SONEGAÇÃO? - Já existe o impostômetro em São Paulo. Agora, teremos o SONEGÔMETRO, em Porto Alegre. Segudo os procuradores da Fazenda, de janeiro a julho teria havido sonegação de R$ 339 bilhões de tributos federais. Quase duas vezes o déficit anunciado pelo governo interino. Então, acabe-se com a sonegação fiscal aqui e lá em cima. 
ÀS SOLTAS A SONEGAÇÃO - É, a sonegação no Estado, em 2016, atinge R$ 4,5 bilhões. E, no Brasil, o total da fraude já alcançou R$ 399 bilhões. Se tudo fosse cobrado tintim por tintim, a nossa situação deficitária estaria resolvida. Está na hora de dar um basta nos pagos e na ilha da fantasia. 
LIXO NÃO MAIS - A palavra lixo foi riscada do dicionário. Agora se diz resíduos. Temos resíduos sólidos, resíduos orgânicos e os resíduos devem ser descartados para serem recolhidos pela coleta seletiva. Tudo por causa do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, que obrigou nos municípios a elaborar o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Quá! Quá! Quá! 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/03/2019   |
08/03/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |
15/02/2019   |
08/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS