Quarta-feira, 18 de julho de 2018
Ano XXX - Edição 1516
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

02/09/2016 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
ELEIÇÕES 2016 I - Vem eleição e passa eleição e as campanhas políticas continuam as mesmas. Nada muda, até porque não tem muito para mudar. A abordagem aos eleitores continua a mesma. E a abordagem dos eleitores aos candidatos continua do mesmo jeito. Inclusive as promessas continuam as mesmas. E a cultura do povo exige que o candidato prometa. Quem não promete, não se elege. 
ELEIÇÕES 2016 II - As novas regras da lei eleitoral conseguiram transformar as eleições de uma festa democrática, em alguma coisa insossa, inodora, incolor e sem graça.  Praticamente nada é permitido em termos de propaganda e divulgação dos candidatos. Os meios de comunicação vivem situações parecidas com os tempos de exceção. Quando se fala em mudar as regras eleitorais, com certeza não é isso que o eleitor quer. 
ELEIÇÕES 2016 III - Essa semana perguntei para cinco pessoas se lembravam em quem tinham votado para vereador nas últimas eleições. Três disseram que não lembravam.  E dos dois que lembravam, um ainda teve que puxar pela memória. Assim fica difícil. Como vamos exigir mais dos nossos políticos se não sabemos em que votamos. Precisamos 'marcar na paleta', como diz o gaúcho, e depois cobrar.
SALVANDO DA LAVOURA - De acordo com levantamento da Emater/RS-Ascar, a cultura do trigo está indo muito bem. O clima tem colaborado, e se se manter assim, teremos uma grande colheita. Ainda segundo levantamento do órgão, a lavoura de milho aumentou, a lavoura de soja diminuiu, mas a produtividade deve aumentar. Isso quer dizer que a agricultura deverá continuará turbinado a economia. É claro, para isso será necessário a concordância de São Pedro.
GOODBYE, ADIOS, ADIEU, ARRIVEDERCI - Como se previa, Dilma e o PT caíram. Caíram dizendo que foram vítimas de um golpe e ameaçando os golpistas. No caso, quase 80% da população que queria vê-la fora do governo. Pagou caro por mentir durante a campanha eleitoral.  Pagou caro por usar bilhões de reais dos cofres públicos para se reeleger. O povo está pagando caro por todos os seus desmandos, e vai continuar por muito tempo pagando essa conta. Já foi tarde.
COMO SERÁ O AMANHÃ: O governo Temer, dizem as pesquisas, não inspira confiança da população. Por motivos que conhecemos. Mas é o que temos. Pior do que o de Dilma dificilmente será. Mas como diz a música da Simone: "Como será amanhã? Responda quem puder. O que irá me acontecer? O meu destino será, como Deus quiser. Como será? Como será amanhã?"
ESPERANÇA - Onze estados brasileiros, entre eles o Rio Grande do Sul, serão contemplados com novos cursos de medicina. Sem dúvida, uma grande notícia. Mesmo que muitos não admitam, é grande o déficit de médicos. Caso contrário, como explicar a espera de até seis meses ou mais para agendar uma consulta em algumas especialidades, 4 horas para ser atendido numa urgência e emergência.  Novos cursos com mais médicos deve reduzir o déficit na saúde pública, no médio prazo. 
MUCHO MACHO - Por falar em saúde, o homem brasileiro decididamente não cuida da sua saúde. De acordo com estudos recentes, o homem brasileiro continua morrendo, tendo causa doenças que podem ser prevenidas. Se acha. Só vai ao médico quando está quase com o pé na cova.
CALIBRANDO - ESTA semana assistimos o estertor de um dos maiores partidos políticos da história do país. DONAS de casa preparem-se: o gás de cozinha vai subir de novo. COMEÇOU mais uma Semana da Pátria, e o brasileiro mais uma vez não tem nada para comemorar. FIQUEM LIGADAS: Estudos recentes dizem que as mulheres são as maiores vítimas de erro médico no Brasil. COISA DE BRASIL: 12 milhões de desempregados, e quem arruma emprego não tem onde confeccionar a Carteira de Trabalho.
ÓTIMO FIM DE SEMANA, pensando em quem merece o seu voto, curtindo Simone, dando um play no sambão 'Amanhã'. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS