Quinta-feira, 23 de novembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1484
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Rudy Cornélius renuncia à candidatura, e filhas do ex-prefeito compõem chapa do PSB ao Executivo

16/09/2016 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Nova candidata à Prefeitura, Helena Cornélius tem 20 anos
A estudante de Veterinária da Unijuí Helena Cornélius, que completará 21 anos em dezembro, é a nova candidata do PSB à Prefeitura de Independência para as eleições de outubro.
Ela entra na corrida eleitoral em substituição a seu pai, o ex-prefeito Rudy Cornélius, que renunciou à candidatura no último dia 8 - o prazo para substituição de candidatos, à exceção de casos de falecimento, se esgotava na última segunda-feira, 12.
Marilene Fátima Cornélius, 42 anos, do mesmo partido, e também filha de Rudy, era candidata a vice ao lado do ex-prefeito e permanece na chapa. "Existia algum risco de impedimento (da candidatura do ex-prefeito), então, vamos procurar o melhor. Vamos fazer toda a articulação necessária (quanto à nova composição da chapa) para que as coisas ocorram pelo melhor", afirma Rudy. 
Havia a possibilidade de que sua candidatura não fosse ser deferida, por ele estar condenado pela Justiça, em segunda instância, por improbidade administrativa.

Eleição tem três chapas registradas
Rudy está com os direitos políticos suspensos por três anos. Ele foi condenado por, em dezembro de 2004, no último mês do seu mandato como prefeito naquela gestão, ter, segundo trecho que integra decisão do Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS), contratado, "por tempo indeterminado", uma cunhada "para o cargo de auxiliar de dentista, em seu último mês de gestação, concedendo-lhe, passados 15 dias, licença-maternidade", pelo prazo de 120 dias.
Ele foi condenado pela Justiça de Três de Maio em 2014 e recorreu ao TJ/RS, que no último mês de março manteve a decisão. Rudy pediu uma revisão e, conforme decisão de 31 de agosto, a condenação foi mantida. Para ele, "a Justiça fez uma injustiça", mas "pra que enfrentar a Justiça se temos uma substituta à altura?".
O prefeito eleito em 2004 e que assumiu no começo de 2005, João Edécio Graef, entendeu, na época, pela nulidade da contratação e rescindiu o contrato com a servidora. João é candidato ao Executivo nas eleições deste ano, pelo PTB, tendo Dirceu Fiorin, do mesmo partido, como candidato a vice.
A outra chapa que concorre é dos atuais prefeito e vice, respectivamente Gilberto Marasca (PMDB) e Saldanha Boiarski Borges, o Zeca (PSDB). As candidaturas de João Edécio e de Gilberto Marasca já estão deferidas pela Justiça Eleitoral, enquanto a de Helena Cornélius ainda depende de julgamento.

FOTO: COMITÊ ELEITORAL/DIVULGAÇÃO



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/09/2017   |
08/09/2017   |
09/06/2017   |
06/05/2017   |
07/04/2017   |
31/03/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS