Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
Ano XXX - Edição 1541
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

03/10/2016 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - PERSISTÊNCIA- É iniciar uma caminhada numa estrada e ir em frente, sem olhar para trás, até o fim. O estilo borboleta, o de voejar para cá e para lá, não serve. Não se chega a lugar algum. Se cansar na caminhada, aprenda a descansar e não a desistir. Muitos há que no primeiro trecho difícil da caminhada, sentam à beira da estrada, gemem, soluçam e voltam atrás. É caminhada perdida. Vão começar tudo de novo em outro trajeto. É a falta de persistência. A vida humana é feita de desafios. Há muitos percalços e nem tudo são flores. Muitos espinhos aparecem nas jornadas que encetamos. E os espinhos precisam ser transformados em flores e as flores em sementes, para que, depois de longa jornada, se possa colher. Se tudo fossem flores, não haveria méritos. Os méritos da vitória estão nas dificuldades. E estas precisam ser superadas. Os grandes heróis são exatamente aqueles que vencem em situações difíceis. Quem acompanha o esporte, sabe disso. A vitória chorada é que glorifica e eterniza. 

SONEGAÇÃO EM ALTA - Já vinha sendo comentado nesta coluna que a sonegação é um dos motivos básicos da baixa arrecadação no Estado e no País. Tudo por falta de fiscalização competente. Bastou a Receita Federal agilizar-se e só no setor industrial foram detectados R$ 30 bilhões de valores sonegados. De janeiro a agosto os valores detectados no País já sobem para R$ 73,233 bilhões. Uns não sonegam um tostão e outros quase tudo. É justo?  

VANTAGENS - Está na moda: todos querem tirar vantagens. Dar muito pouco e receber tudo ou quase tudo. Esta é a lei do momento. 

ESTRANHO - Neste ano, os desfiles dos gaudérios no Dia do Gaúcho pareceram bem mais encorpados do que os desfiles da Semana da Pátria. Então, que "nossas façanhas sirvam de modelo a toda terra". No entanto, ao que tudo indica, isso não é bem assim, porque nossas façanhas estão em queda vertical. 

DEPOIS DO FRACASSO - Depois de muito tempo, descobriram que a Educação (não só o Ensino Médio, mas também o Fundamental) é um fracasso. E vamos admitir que o Ensino Superior também não fica longe disso. Agora, o Ministério da Educação está anunciando reformas no Ensino Médio. Mas há contestações por todo lado. Por que será? Aliás, há quem conteste tudo. Basta anunciar-se alguma mudança e la vêm os protestos.

QUEM NÃO QUER? Segurança. Todos querem e imploram por segurança. Aí vem a frase de David Coimbra em sua coluna: "Resolva o problema de segurança pública no Brasil e 70% dos problemas estarão resolvidos. Com segurança, todo o resto ficará mais fácil". Que dúvida!

E A ROUBALHEIRA CONTINUA - Todos os dias vêm à tona novos casos de roubalheira. Não são apenas as propinas bilionárias. Rouba-se no peso, na qualidade do produto, nos valores da mercadoria, enfim. Infelizmente, estamos atravessando uma das piores fases de nossa história. Todos querem tirar vantagem. Até quando? 

LACTALIS VAI INVESTIR - A francesa Lactalis deve confirmar nas próximas semanas um investimento de R$ 120 milhões na ampliação de 4 unidades no Rio Grande do Sul: Teutônia, Santa Rosa, Ijuí e Três de Maio. Aquela multinacional entrou no mercado gaúcho, em 2013, quando comprou, entre outros, os ativos de lácteos da BRF, no complexo industrial lácteo de Três de Maio. 

LEITE EM EVIDÊNCIA - A Região Sul já responde por 34% da produção nacional do leite, com excelentes oportunidades de crescimento de mercado. E Três de Maio através, do Programa Municipal do Leite Sustentável, deu extraordinário impulso à produção do ouro branco. Hoje, o Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de leite do País, só perdendo para Minas Gerais.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/01/2019   |
11/01/2019   |
21/12/2018   |
14/12/2018   |
14/12/2018   |
07/12/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS