Terça-feira, 25 de setembro de 2018
Ano XXX - Edição 1526
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

18/11/2016 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
SEM CHORADEIRA SENHORES, POR FAVOR - Os prefeitos eleitos ainda nem assumiram e começa a choradeira. É claro que a situação é difícil e tem tudo para piorar. Mas nada, absolutamente nada, era de desconhecimento dos pretendentes ao cargo. Portanto, nada de choradeira. A comunidade precisa é de gestores decididos, criativos, corajosos e, principalmente, competentes. Aliás, atributos que todos diziam possuir antes das eleições. Agora demonstrem. Desculpas podem até ser toleradas por algum tempo, mas não vão solucionar nenhum problema. Mas, vai um conselho, e de graça: escalem um bom time, o melhor que puderem, sem olhar para apadrinhamentos políticos, e terão meio caminho andado.

OS BURACOS  DA CORSAN - Enquanto a Corsan não tiver um planejamento adequado, se é que tem algum, vamos continuar convivendo com ruas e avenidas esburacadas em nossas cidades. É simplesmente irritante o que a comunidade tem que se submeter pelos desmandos da Companhia Riograndense de Saneamento. Com a desculpa de reparos nas redes de abastecimento, valas e mais valas são abertas a todo o momento em vias públicas. Depois, para o conserto, lá se vão 90, 120, 150 dias ou sei lá quanto tempo. Isso é uma prática comum em todas as cidades, com a tolerância das prefeituras. Em Três de Maio, a situação ultrapassou os limites do tolerável. Pouco mais de um mês depois da recuperação do asfalto do perímetro central da cidade, que, diga-se de passagem, ficou ótimo, a companhia abriu dezenas de buracos. Isso depois de os trabalhos terem sido atrasados para a rede fosse readequada e reformada. Quer dizer, trabalho mal feito ou mal planejado, dinheiro jogado fora e asfalto danificado.

EFEITO TRUMP - O efeito Donald Trump causou mais frustração, surpresa e desapontamento do que se supunha. Talvez porque pouca gente acreditasse na sua vitória. Com princípios totalmente distorcidos, meio aloprado, meio doido, acostumado a ter o que quer, foi transformado no homem mais poderoso do mundo. É para preocupar qualquer um tenha um mínimo de bom senso. A eleição do homem causou um verdadeiro tsunami em todo o planeta. Como ninguém sabe do que ele é capaz, e tendo todo poder que o cargo lhe proporciona, tudo é possível. A não ser que durante todo esse tempo ele estivesse representando um papel. Tomara. Mesmo assim não deixa de ser meio aloprado. 

GANGORRA! QUE GANGORRA? E A GANGORRA do futebol gaúcho despencou para um lado. Enquanto os vermelhos se debatem para não se esborrachar na segundona, os azuis estão a um passo de quebrar um jejum de 15 anos e ser campeões. Esse é o grande problema do calvário colorado. No ano em que eles podem cair, os gremistas podem ser campeões. Aí é sofrimento demais. Nada ainda está definido, mas as coisas pendem mais para os azuis, que com um empate e uma vitória, serão campeões. Já os vermelhos precisam torcer por resultados paralelos e no mínimo duas vitórias e um empate pra se garantir. Mas, em futebol tudo pode acontecer? Então vamos aguardar. Mas que tá começando a azular, isso tá! hehehe

ÓTIMO FIM DE SEMANA, CURTINDO e só pra esnobar curtindo The Voice, Frank Sinatra, dando um play e 'New York, New York'. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS