Quinta-feira, 27 de abril de 2017
Ano XXIX - Edição 1454
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

SOCIEDADE ESPÍRITA - 'O pilar fundamental é a reencarnação', afirma palestrante sobre a compreensão de desencarnes coletivos

20/01/2017 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Tragédia na boate Kiss e acidente com o avião da Chapecoense foram algumas
das situações abordadas por Vinícius Serafim durante palestra, nesta semana

O diretor da Área Doutrinária da Sociedade Espírita Chico Xavier, de Três de Maio, Vinícius Serafim, foi enfático: "No desencarne coletivo, ou quando falamos do porquê do desencarne coletivo, o pilar fundamental é a reencarnação. Se nós tiramos a reencarnação da equação, não temos mais doutrina espírita e não temos como entender as demais situações que acontecem, porque ficamos no campo da injustiça".
Ele destacou esse ponto durante a palestra desta semana da Sociedade Espírita, na noite da última segunda-feira, 16, na sede da entidade, na Avenida Uruguai, quando o tema abordado pelo palestrante foi "Desencarnações coletivas". Na avaliação de Vinícius, partir do pilar fundamental que é a reencarnação é imprescindível para entender sem distorções o tema sob a visão espírita - e absolutamente tudo ocorre dentro da justiça divina.
Vinícius explicou que, "quando falamos em reencarnação, dizemos que um espírito desencarnado pode voltar a viver na terra em um outro corpo". A Federação Espírita Brasileira (FEB) diz que "os espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu aprimoramento", e que "o objetivo da reencarnação é a evolução".
Também, de acordo com a FEB, "os espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo. Os espíritos são criados simples e ignorantes. Evoluem, intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade. Os espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação".

Vinícius avaliou que 'quem provocou o acidente do avião da Chapecoense teve suas responsabilidades, sem dúvida nenhuma', mas disse que 'aqueles que lá estavam necessitavam daquele desencarne, necessitavam que fosse daquela forma, naquele momento'

FOTO: MURIAN CESCA

Confira a matéria completa no jornal impresso




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

07/04/2017   |
07/04/2017   |
07/04/2017   |
24/03/2017   |
17/03/2017   |
10/03/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS