Sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Ano XXIX - Edição 1471
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A busca pelo corpo perfeito - Parte I

10/02/2017 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
No dia 8 de fevereiro, a Evidence Studio Personal e Yoga comemorou 5 anos de seleto trabalho junto aos seus alunos. Em entrevista, Lélis Larissa Scharb, proprietária e educadora física (CREF: 019286-G/RS) e Laís Scharb, estagiária, abordam o tema 'a busca pelo corpo perfeito'.

Em que momento o culto ao corpo pode vir a ser um problema? 
Vivemos em um mundo em que a aparência física está se sobressaindo à aparência interna. O culto ao corpo está em todos os lugares. Não está somente dentro das academias, mas sim nas ruas, nas baladas, na internet e por aí vai. É lindo ter um corpo bonito e em forma, mas o que te faz chegar até aí é o que realmente importa e que pode tornar-se um problema. Os resultados para conseguir o corpo perfeito almejado não é fácil, não ocorre da noite para o dia e nem de um mês para o outro. A pessoa precisa ter muita disciplina, estar disposta a abolir coisas que gosta de fazer, como a cervejinha do fim de semana, a batata frita, etc.

Como devem ser os treinos?
Os treinos precisam ser periódicos, sem faltas. Você assume um compromisso com você mesmo e os resultados aparecem, semana após semana, devagar vão aparecendo, e é justamente aí que está o problema. As pessoas não têm paciência ou não são orientados adequadamente. Por que esperar tanto tempo se posso tomar complementos anabólicos e acelerar esse processo? Anabolizantes são proibidos! Fazem mal ao organismo e não é porque seu amigo toma que você deve tomar também (mas não entraremos em discussão sobre isso aqui). A vontade de ser como a blogueira fitness ou com o cara das redes sociais é tanta que o cidadão leigo se submete às consequências futuras de suas atitudes. Nesses casos é que consideramos que seja um enorme problema. Procure sempre um profissional capacitado, que lhe transmita boas orientações e te ajude a chegar cada vez mais perto dos teus objetivos.

Qual seria o corpo perfeito ou corpo ideal? 
O corpo ideal é aquele que podemos considerar saudável, aquele que você se sinta verdadeiramente bem, com o peso ideal, baixa porcentagem de gordura, colesterol e triglicerídeos dentro dos índices normais, uma vida ativa, alimentação saudável, boa higiene física e oral, poiscomo já dizia a citação da Sátira X do poeta romano Juvenal, 'mente sã, corpo são', que pretende chamar a atenção para a união e complementaridade entre o corpo e a mente. Alcançar um estado de bem-estar e equilíbrio mental nos ajuda a produzir a energia necessária para sermos mais firmes nos nossos propósitos, sendo mais fácil conseguir um corpo saudável. 

O que é exagero na busca do corpo perfeito?
Consideramos exagero quando a pessoa deixa de fazer coisas importantes, como ter contato com familiares e amigos, ou provoca prejuízos em sua própria vida para buscar este objetivo compulsivo de um corpo perfeito. Quando o tema da compulsão é o corpo perfeito, podemos pensar na possibilidade desta pessoa acreditar que seu valor como pessoa seria correspondente à sua estética corporal. As pessoas que limitam seu valor a um único item, o corpo perfeito. Podem ignorar ou considerar de menor valor todas as outras qualidades que um ser humano tem.


Como devem ser os hábitos para mente sã e corpo são?
Um dos hábitos mais importantes para manter uma mente saudável é a atividade física, a qual estimula a produção de substância que promove o bem-estar psicológico, como as endorfinas, hormônios relacionados com a sensação de prazer. Para alimentar uma mente sã, as melhores atividades a serem realizadas são ao ar livre, combinando a exposição à luz solar com o contato com a natureza e as pessoas. Acreditamos que a mente e o corpo andam lado a lado, uma se apoia na outra e vice-versa, e é através disso que nós, da Academia Evidence, buscamos levar para nossos alunos: práticas diferenciadas de uma sala de musculação.

Quais os erros comuns na busca do corpo perfeito?
Podem ser vários. Posso citar exemplos que percebo em meus atendimentos: deixar de comer alimentos saudáveis por medo de engordar e acabar desnutrida ou com deficiência de algum elemento; malhar demais até abandonar outras atividades saudáveis; malhar até provocar danos a seu próprio organismo; fazer dietas malucas a ponto de causar desnutrição e até perda de funções; preocupar-se tanto com o corpo e esquecer que o mais importante para ser gostado tanto por outras pessoas como por si mesmo é o quanto nos realizamos como pessoas, considerando a qualidade dos relacionamentos.

Na foto: as irmãs Lélis e Laís Scharb





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/08/2017   |
11/08/2017   |
04/08/2017   |
28/07/2017   |
21/07/2017   |
14/07/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS