Terça-feira, 17 de outubro de 2017
Ano XXIX - Edição 1479
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Propriedade de Três de Maio sedia experimento de novos cultivares de melancia

10/02/2017 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Sítio São José, da família Naressi, em Lajeado Lambedor, foi a única propriedade no Estado a receber o experimento 

Mais doces e resistentes ao sol, novos cultivares de melancia 
são testados no Sítio São José
Propriedade da família Naressi, de Três de Maio, foi a única no Estado a receber o experimento 
Única no Estado, uma área do Sítio São José, localizada em Lajeado Lambedor, interior de Três de Maio, serviu de experimento para novas cultivares de melancia. Nesta semana, representantes da Blue Seeds, distribuidor BHN no Brasil - empresa voltada para atender a cadeia de hortaliças e referência nacional em qualidade e avanços genéticos - esteve conferindo a produção.
Segundo o casal proprietário, Márcia e Sílvio Naressi, em um grupo de WhatsApp, representantes da empresa os convidaram a testar os novos cultivares, já que produzem melancias para comercialização. "Foram enviadas 25 variedades, sendo sete plantas de cada um. As sementes chegaram aqui no mês de novembro - um pouco atrasadas, pois iniciamos o plantio em setembro, intercalando em oito etapas - mas plantamos igual. Algumas não nasceram e as que produziram foram avaliadas", contam. 
O resultado do experimento agora está sendo analisado pela empresa.
Resistente ao sol e com maior brix - grau de doçura da fruta - um dos novos cultivares agradou aos horticultores. "Até sugerimos um nome: solar", revelam. O experimento ocorreu em todo o país, e no Rio Grande do Sul os Naressi foram os únicos a recebê-lo. 

Venda ao consumidor é realizada direto na propriedade
O início da colheita de melancias no Sítio São José atrasou um pouco em relação à safra passada. Iniciada no dia 10 de janeiro - cerca de 20 dias após os anos anteriores devido ao tempo e ao tipo da cultivar - a safra está sendo satisfatória. "A cultura está melhor neste ano, com frutas mais doces. O tempo colaborou e, aliado à adubação e à tecnologia empregada, a produção está muito boa", avalia Sílvio. Contudo, ele relata a perda de aproximadamente 10% da produção devido ao ataque de quatis.
A área destinada às melancias é de meio hectare, com duas mil plantas, implantadas com sementes e mudas. Um pé de melancia produz menos de uma fruta, segundo os horticultores. Neste ano, a média de peso de cada fruta ficou em 14 quilos. "Já colhemos neste ano aqui na propriedade uma fruta de 29 quilos". A melancia está sendo comercializada a R$ 0,80 o quilo e é vendida na propriedade. Com isso, o cliente tem à disposição a fruta fresca, colhida no dia. 
O plantio de melancias no Sítio São José, iniciado há sete anos, se deu em virtude da área ficar ociosa depois da colheita dos brócolis, couve-flor e repolho. "Então, decidimos cultivar melancia, e melão em menor escala, a partir do mês de setembro. Com a colheita deste ano quase finalizada, a área será preparada para receber novamente brócolis, couve-flor e repolho", adianta o casal.
Com ciclo de 90 a cem dias, e em alguns casos mais precoces 70 dias, a cultura demanda atenção diária. Os Naressi revelam que a área de melancias é irrigada diariamente. São 40 mil litros de água, além de a cultura ser adubada duas vezes por semana, com aplicação de inseticidas apenas no início do desenvolvimento. "O retorno financeiro compensa mais que a lavoura de soja ou milho, por exemplo. Mas o trabalho é todo manual", acrescenta o casal.

Márcia e Sílvio Naressi, proprietários do Sítio São José, com os representantes 
da empresa que realizou o experimento. Nesta semana, eles estiveram na propriedade
para conferir o resultado da produção

Na foto principal: Sílvio e Márcia com a filha Caroline, de 9 anos. Família iniciou o cultivo de melancias há sete anos, para não deixar a área de terra ociosa após a colheita de brócolis, couve-flor e repolho

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Confira a matéria completa no jornal impresso.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

29/09/2017   |
29/09/2017   |
15/09/2017   |
08/09/2017   |
01/09/2017   |
01/09/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS