Domingo, 16 de dezembro de 2018
Ano XXX - Edição 1537
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Irrigação das hortaliças é essencial para produção

11/04/2012 - Por Ale Ott
Tweet Compartilhar
Foto: Deisi Fabrim
Luis Debessaits utiliza sistema de aspersão para irrigar repolho,
e de gotejamento para melancia

Foto: Deisi Fabrim

Para as hortaliças a irrigação é uma prática fundamental para obtenção de uma boa produção e qualidade, sendo que em muitos casos o cultivo só é possível com esse sistema. O engenheiro agrônomo da Emater de Três de Maio, Fábio Karlec explica que "as hortaliças são plantas geralmente de ciclo curto e sistema radicular superficial, muito exigentes em água, o que exige boa disponibilidade de água no solo. Uma irrigação bem manejada pode aumentar em mais de 70% a produtividade dependendo da cultura, e do tempo.". 
O produtor Luis Debessaits residente em Flor de Maio, interior de Três de Maio conta que se não possuísse sistema de irrigação, não teria como produzir. Ele cultiva diversas hortaliças como, repolho, couve, brócolis, tomate, melancia, melão e abóbora. 
Para todas as produções é utilizada a irrigação, algumas delas necessitam sistema por gotejamento (direto no solo), já para outras pode ser utilizado por aspersão (sobre as plantas).
No entanto, Fábio esclarece que o manejo correto da irrigação também é muito importante. "A umidade elevada do solo provoca problemas fitossanitários, por isso existem níveis variados de umidade no solo para aperfeiçoar a produção conforme o tipo de hortaliça".


Cuidados com a irrigação


No momento Luis está somente com produção de repolhos e para esta utiliza o sistema de irrigação por aspersores. Em período de seca, como este ano, a irrigação é 10 mm por hora, durante uma hora e meia e a cada dois dias. 
Já em períodos com chuvas, só é utilizada quando há necessidade, ou a cada quatro dias, uma quantidade de 30 mm. O produtor explica que para fazer a irrigação deve se evitar as horas mais quentes, pois a umidade nestas horas pode provocar doenças causadas por fungos, como a ferrugem.
Além da irrigação, para manter a produtividade Luis também tem um cuidado com o solo, fazendo adubação e rotação de culturas. "Assim como acontece com as culturas de grãos, também é feito rotação de culturas com as hortaliças, por exemplo, a cada três vezes do plantio de repolho, é plantado outro tipo de hortaliça", explica o produtor. 
Conforme Fábio, em Três de Maio há cerca de 10 agricultores que produzem hortaliças comercialmente, onde são produzidos principalmente alface, repolho, salsa, agrião, cebolinha, chicória, rúcula, rabanete, tomate, cebola, cenoura, beterraba. No entanto, a maioria dos agricultores produz para consumo familiar e outros de forma informal.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

28/09/2018   |
27/07/2018   |
18/05/2018   |
27/04/2018   |
02/03/2018   |
14/07/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS