Quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Gilmar Fischer permanece à frente da patronagem do CTG

11/01/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Eleição dos integrantes da patronagem da entidade tradicionalista ocorreu no último dia 3 de janeiro. Téo Krever assume como capataz geral
O CTG Tropeiros do Buricá, de Três de Maio, realizou a eleição da nova patronagem, no último dia 3 de janeiro, em assembleia geral, de prestação de contas da gestão 2017/2018.
O patrão Gilmar Fischer permaneceu no cargo, tendo como capataz geral Téo Krever para a gestão 2019/2020. A patronagem ainda é composta por: 1ª secretária, Marisa Félix Moraes; 2ª secretária, Marili dos Santos; 1º tesoureiro, Dionatan Schroer; 2º tesoureiro, Cleberson Luís Dahlen Guth; Xirú das Falas, Zeca Motta. No Conselho de Vaqueanos estão, como titulares, Flávio Huber, Alexandre Casali, Paulo Daniel, Fábio Turra, Marcelo Dallazen, Marcus Griebeler e Valacir Fernandes. Como suplentes, Germano Klauck, Jerson Antônio Simão, José Sparremberger, André Anderle, Flávio Foletto, Leonir Schiavo e Leandro Graef.
Nos departamentos, foram nomeados Marcelo Müller e Elemar Genz, no Campeiro; Darci Tiecher e Rogério Szmanski, no Esportivo; Andréia Pasternack, no Cultural e Noemia Sartor, no Artístico.
Como diretor de patrimônio foi escolhido Mauro Cabral e os responsáveis pela cozinha são Leandro Schmidt e Beti Cabral.

Entre as metas da nova gestão, está a elaboração de projetos para LIC e Rouanet 
Além de dar continuidade aos trabalhos já realizados, especialmente nos departamentos artístico, cultural, campeiro e esportivo, o patrão adiantou que uma das principais metas é encaminhar projetos para a Lei de Incentivo à Cultura (LIC) do RS e a Lei Rouanet, em nível federal, visando angariar recursos para a entidade, a fim de que, a longo prazo, se possa melhorar a sede social (galpão) ou talvez, até construir uma nova estrutura, num futuro próximo. 

Gestão 2019/2020: patrão Gilmar Fischer e capataz geral, Téo Krever

Entre as metas da nova gestão, está a 
elaboração de projetos para LIC e Rouanet 
Além de dar continuidade aos trabalhos já realizados, especialmente nos departamentos artístico, cultural, campeiro e esportivo, o patrão adiantou que uma das principais metas é encaminhar projetos para a Lei de Incentivo à Cultura (LIC) do RS e a Lei Rouanet, em nível federal, visando angariar recursos para a entidade, a fim de que, a longo prazo, se possa melhorar a sede social (galpão) ou talvez, até construir uma nova estrutura, num futuro próximo. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/06/2019   |
07/06/2019   |
07/06/2019   |
07/06/2019   |
31/05/2019   |
31/05/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS