Sábado, 29 de abril de 2017
Ano XXIX - Edição 1454
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A hora do vestibular...

07/12/2012 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
A maratona do vestibular é uma fase da vida que deixa o estudante e toda a família com as emoções à flor da pele. Ansiedade, nervosismo, dúvidas, incertezas, expectativa e stress são as sensações comuns durante esse período.
Para falar sobre este tema a colunista trás uma entrevista com o renomado terapeuta holístico e escritor Carlos Afonso Schmitt. No currículo, a formação em Filosofia, Teologia e Pedagogia, além, dos mais de 70 livros publicados. Atualmente residente em Três de Maio, onde exerce magistralmente sua profissão.  Contatos 3535-1302.



Por que o período pré vestibular gera tanta ansiedade e nervosismo  para o estudante (candidato)?

Ter um pouco de ansiedade é normal neste período. Afinal, diante de desafios nossa adrenalina aumenta. O que não é normal é o exagero de ansiedade e nervosismo que os candidatos ao vestibular alimentam. Ansiedade exagerada em nada contribui. Ela é sofrimento antecipatório. É medo pelo que aguarda você. Como se o vestibular representasse uma sentença de morte e não uma oportunidade de aprovação e crescimento.

Muitos estudantes chegam em época de vestibular com muitas dúvidas, quanto ao curso que querem cursar. O que você pode falar sobre isso?
Dúvidas fazem parte de nosso amadurecimento psicológico. Na medida em que as resolvermos, evoluímos.  A adolescência é cheia de interrogações e questionamentos. Diante de uma possível  opção, pergunte-se a respeito de seus gostos e talentos; em quê você sentir-se-ia realizado; em quê contribuiria com a sociedade; o que lhe traria recompensa financeira, mas, principalmente, QUAL A PROFISSÃO QUE O DEIXARIA FELIZ, se você a exercesse.

Fazer com que o estudante do ensino médio tenha mais contato prático com as áreas afins poderia ajudá-lo a melhor definir o curso?
Leia a respeito do que você deseja. Pesquise, informe-se, fale com pessoas do ramo. Ouça a experiência  de orientadores vocacionais. Verifique os setores da sociedade que têm carência de pessoal e as que têm profissionais  em excesso. Procure contatos com   áreas afins a sua possível escolha. Isso tudo poderá ajudá-lo a clarear suas ideias.
E tenha coragem de decidir-se! Corre-se um certo risco, mas ele faz parte de nossas escolhas.

Sobre os testes vocacionais, até que ponto eles podem interferir na escolha?
Se a dúvida persistir, um teste vocacional pode ser uma excelente medida para orientá-lo em seu futuro. Nem sempre, porém, é o suficiente: entre em contato com seu coração, consulte seus sentimentos e não só os retornos financeiros que  sua profissão lhe possa dar. Dinheiro é consequência de sua dedicação, capacidade e alegria em exercer sua profissão. Felicidade em servir e prosperidade são irmãs gêmeas.

Como os pais podem ajudar os filhos neste período?

Os pais têm um papel fundamental na preparação do futuro de seus filhos. Na época do vestibular, insistir na disciplina, em ter horários de estudo; horas suficientes de sono; confiança no sucesso da aprovação... A autoestima é  essencial neste momento. Fazer seu filho acreditar que PODE E MERECE SER APROVADO, se para isso se dedicou e se é isso que realmente procura.

Quais as dicas para que o candidato mantenha a calma na véspera e no dia do vestibular?
 A verdadeira preparação do vestibular inicia no primeiro ano de Ensino Médio. Quem estudou com a devida seriedade, iniciou cedo sua preparação. Agora é preciso manter a calma, organizar bem seu material, ter horários para estudo e descanso (o SONO SUFICIENTE à noite é fundamental para o cérebro funcionar bem, com memória e lucidez perfeitas). Nada de cafezinhos ou energéticos para mantê-lo acordado, estudando até altas horas... Isso pode piorar seu quadro de ansiedade, deixando-o mais estressado ainda. Na véspera, alimente-se bem, de forma saudável; durma o suficiente à noite e no dia; faça exercícios de respiração profunda que o acalmem. Mentalize-se tranquilo, confiante e capaz de ser aprovado. Afinal, você também merece ser feliz!

Jogo Rápido:

Como o sr. se define:  sou um estudioso da alma humana.
O que o faz perder a elegância: desrespeito e injustiça com as pessoas.
Melhor lugar para estar: nossa nova moradia em Três de Maio.
Seu hobby ou passatempo: cuidar das flores do jardim e cultivar uma bela horta.
Hábito que não abre mão: o chimarrão das 11h, com a esposa Carmen.
Habito que quer se livrar: da exagerada pontualidade.
Um sonho que quer realizar: escrever tantos livros quantos os anos de vida que Deus me der.
Uma mensagem aos nossos leitores: que o final de 2012  traga bençãos e prosperidade para todos e, assim, 2013 seja melhor ainda.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

20/04/2017   |
13/04/2017   |
07/04/2017   |
31/03/2017   |
24/03/2017   |
17/03/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS