Sexta-feira, 24 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

29/03/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - A UNIÃO FAZ A FORÇA - Unidos venceremos é uma frase muito antiga. Hoje, infelizmente, pouco usada. Mas sempre válida. Mas necessária. Dar-se as mãos nas horas difíceis é de suma importância, porque a união faz a força. Nada de cada um por si e Deus por todos. Decerto foi isso que entenderam os organizadores da Expofeira 2019, quando elegeram o dístico A UNIÃO FORTALECE. Não é exatamente este o clima reinante em Três de Maio ao longo dos tempos. Aqui sempre houve os dois lados: uns para cá e outros para lá. As cores das siglas aqui sempre foram respeitadas. Será que um novo sol está nascendo? Será que as nuvens dos velhos tempos estão se afastando? Seria bom. Seria muito bom. Nos nossos tempos, quanto mais mãos se unem, melhores resultados serão alcançados. No entanto, é preciso acreditar em milagres.
AGORA SÃO AS ORQUÍDEAS - Aquele que gosta de orquídeas é um orquidófilo. Até agora, em Três de Maio, eles eram anônimos. Mas, não mais do que de repente, eles apareceram. Sabe-se que a lo largo existem muitos que cultivam e gostam de orquídeas. E vem aí a campanha do cultivo da orquídea na Cidade Jardim, já que o plantio de flores não colou. E não sabia que a Lurdinha era orquidófila. Haja árvore para tanta orquídea. Quem sabe, no futuro, vamos trocar de antonomásia, se o projeto colar, para Cidade das Orquídeas. 
ALGUÉM PRECISA CUIDAR DA SUJEIRA - Em face do alto valor cobrado como taxa de limpeza pública, muitos cidadãos estão cobrando mais limpeza em nossa cidade. Há montes de galhos e folhagens por toda parte, bem como utensílios domésticos e até carros velhos abandonados. "Se a municipalidade não recolhe isso, alguém tem que mandar recolher", dizem os enjoados amigos da limpeza. 
BOLA TROCADA - Estátua, conforme aprendi nos áureos tempos, é erigida para santo. As estátuas são abundantes nas igrejas. E o homenageado com estátua já está morto, geralmente há muito tempo, e, depois de canonizado, recebe homenagem em forma de estátua. Para eminentes cidadãos vivos erigem-se monumentos e também para falecidos que não carregam a santidade como marca post mortem. Salvo melhor juízo. 
E EM FALANDO NISSO - Não temos em Três de Maio nenhum cidadão, até hoje, homenageado com monumento. Está mais do que na hora, depois de 65 anos de independência político-administrativa, de erigir um monumento para alguém que muito fez pela cidade e pelo município. Já temos muitos cidadãos, sobretudo políticos, homenageados com nomes de ruas, praças, ginásios. Mas, até então, nenhum monumento. 
A ECONOMIA AINDA NÃO DECOLOU - De fato, apesar de boa safra e de clima favorável, a economia ainda não saiu do chão como era esperado. A previsão inicial era de que o índice do Produto Interno Bruto, neste ano, cresceria 2,5% ou até 3%. No momento, no entanto, a expectativa caiu para 1,5%, ou no máximo, 2%. Todavia, não se pode enxergar a situação com pessimismo, porque, em fevereiro, foram criados cerca de 200 mil novos empregos, o que sinaliza que nos próximos meses os índices econômicos melhorem. A produção e os investimentos precisam crescer. E isso só acontece num clima de muito otimismo. Os empresários sentem quando o momento é bom para investir.
"NO MOMENTO EM QUE ALGUÉM OBSERVA QUE UMA PESSOA FAZ ALGO POR INTERESSE VOCÊ IMAGINA SACANAGEM". Colunista David Coimbra. 
OS ALTOS DECIBÉIS ESTÃO CAINDO NA CIDADE. OS IDOSOS, DOENTES E CRIANÇAS AGRADECEM. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/05/2019   |
10/05/2019   |
04/05/2019   |
26/04/2019   |
12/04/2019   |
05/04/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS