Domingo, 5 de julho de 2020
Ano XXXI - Edição 1604
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Click social

27/03/2020 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar

Uma quarentena exatamente na quaresma? Talvez uma simples coincidência, ou um momento de autoavaliar-se. Jesus por quarenta dias se recolheu e ficou isolado em oração e voltado a Deus. Talvez um momento de reflexão sobre tudo o que está acontecendo ao nosso redor, ou uma simples ironia do destino. Eu prefiro sempre acreditar num propósito de fé e de Deus.


Confira os clicks da semana:



O casal Quene Regis e Aline Maciel, na doce espera da filha Luísa. Que ela venha cheia de saúde trazendo mais alegria e amor ao casal. Foto de Studio Criativo


Um belíssimo registro do Clube de Mães da Setrem. Um momento oportuno, para reflexão e um pedido de responsabilidade para ficar em casa. Amor ao próximo e a si mesmo



Parabéns ao professor Elisandro Weise (foto), (leia-se A Musical), pela iniciativa, que da sacada do seu apartamento tocou algumas músicas para aproximar as pessoas para perto do coração. Logo, também de suas sacadas, o professor de música Marlon Ludwig - na gaita -; Diego Eichelberger (morador de outro prédio próximo) e Oseias (morador do prédio ao lado), que também é gaiteiro, uniram-se com suas músicas, para trazer um alento num momento onde todos devem evitar sair de casa. Gestos como esses merecem nossos aplausos e toda a nossa admiração. Sem contar que, vizinhos foram irmanados e todos cantaram juntos.



Nota 10

- Para todos os médicos, enfermeiros, técnicos, colaboradores dos hospitais, dos postos de saúde, farmacêuticos e todos os profissionais da saúde que estão, incansavelmente, na luta, contra o coronavírus. 

- Para o atendimento e a torta de nozes da Casa Café. Experimentei e está aprovadíssima. E o melhor, feito pelas mãos da proprietária RejaniBarbato, que coloca todo o seu amor e dedicação em suas tortas. Neste momento, por conta do coronavírus, a Casa Café está com as portas fechadas, mas assim que tudo se normalizar, reabrirá suas portas para receber seus clientes. E, fica a dica, experimente a torta de nozes, vocês vão adorar.


Nota 0

- Para a soberba, autoritarismo e o oportunismo de algumas pessoas neste momento difícil. Não podemos abraçar dar beijos e nem o tradicional aperto de mão. Precisamos evitar sair de casa e evitar aglomeração. Precisamos de todas as maneiras, manter o bom senso, a empatia, o respeito, a educação, a compreensão e a calma. Logo tudo isso vai passar, e tudo voltará ao normal. 




Sororidade o que significa?


O uso da palavra em português é relativamente recente, tanto que ainda não foi incluída em muitos dicionários clássicos e é pouco compreendida pela população em geral. Um exemplo recente aconteceu durante o BBB 20, tanto dentro da casa e como fora da casa, ela não foi muito compreendida. Prova disso, foi que milhares de internautas fizeram a pergunta ao Google, e as buscas pela palavra aumentaram 250%.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher da UFMG, Marlise Matos, o termo faz parte do movimento feminista. "Sororidade é uma forma de organização da mobilização, porque ele está baseado em empatia, companheirismo e solidariedade recíproca". Marlise Matos acrescentou que esse movimento tem como objetivo a união entre as mulheres. A sororidade tem a sua base no compromisso de igualdade entre as mulheres. Então, as nossas responsabilidades e oportunidades, dentro do possível, são divididas e compartilhadas.


Como praticar?

Para a pesquisadora Marlise Matos, a sororidade deve fazer parte do dia a dia e, para praticá-la, basta evitar julgamentos, condenações e acusações. "Devemos apoiar, estimular, dar suporte às mulheres do entorno e não considerar as outras mulheres inimigas", explicou ela. "A gente se solidariza com o sofrimento das outras mulheres", completou.


O que tem feito na quarentena voluntária? 

"Cursos on-line, produzir conteúdo para as redes sociais da agência, desenvolver projetos paralelos para os quais não tinha tempo antes, pensar estratégias para se reinventar no mercado de turismo, que foi o primeiro dos vários setores atingidos pelo coronavírus. À noite, pra mudar o foco e relaxar, tenho conversado com muitos amigos, clientes e familiares por aplicativos de reunião, para aproximar e matar saudades, e tenho olhado series na Netflix." 

Aline cobalchini, 39 anos, diretora da empresa Coacoba


Roberto Luís Rieck, designer de móveis dá dicas para organizar o home-office:
1. Crie uma rotina: Defina horários, prioridades para se manter organizado.
2. Vista-se para o trabalho. Não precisa usar "roupa de sair" (vestir uma camiseta e calça de moletom, bem confortável também é uma opção). O que não pode é ficar de pijama o dia inteiro. Isso seria o mesmo que trabalhar na cama.
3. Aliás, nada de trabalhar na cama. Nem no sofá da sala. Escolha um local para fazer de escritório. Pode ser uma escrivaninha, a mesa da cozinha ou qualquer cômodo mais sossegado da casa. Deixe seu cérebro entender que o cenário mudou.
4. Escolha móveis multifuncionais: Ter um ambiente dedicado é essencial. Se você tiver pouco espaço, adapte à mesa de jantar ou escolha cavaletes para montar uma mesa própria tornando sua casa funcional para a demanda que o trabalho exige.
5. Invista em uma cadeira bem confortável: Estar à vontade ajuda muito na produtividade, portanto, é indispensável optar por uma cadeira aconchegante que proporcione uma postura agradável para o trabalho.
6. Evite distrações. Desligue a TV ou feche a porta de seu escritório temporário. Se você mora com mais pessoas, avise que está indisponível durante o expediente.
7. Não misture tarefas profissionais com tarefas domésticas. Lavar a louça, estender roupa e fazer faxina são atividades para depois do trabalho. Faça de conta que você saiu para a empresa e só volta no fim do dia, como aconteceria normalmente.
8. Mantenha a mesa limpa: Evite acumular papéis e deixar objetos espalhados pela superfície de trabalho, pois, não é possível trabalhar em um ambiente desorganizado. A desorganização atrai a atenção e desvia o foco na hora do trabalho.
9. Iluminação é tudo: Deixe sua mesa de trabalho próximo a uma janela. A luz solar ajuda a manter o organismo desperto e na circulação de ar pelo ambiente.
10. Faça pausas. No escritório, é costume se levantar para tomar um cafezinho, ir ao banheiro e conversar com o colega. Bem, home office não tem coleguinha ao lado, mas as paradas estratégicas são ótimas para relaxar.
11. Siga o cronograma. A maioria dos clientes, colegas e fornecedores está disponível em horário comercial. Portanto, não se iluda com aquela história de turnos flexíveis, trabalhar de madrugada, etc. Leve sua rotina como você sempre fez.
12. Finalize o expediente. Bata o ponto (metaforicamente, claro) na hora marcada e desconecte-se. E-mails e tarefas pendentes ficam para o próximo dia útil.
13. Agende. Caso você precise dar algum retorno, programe a resposta para ser disparada, em horário comercial.
14. Aproveite. Trabalhar em casa pode parecer estranho no início, mas há vantagens. Você poupa o tempo do trânsito, não tem que se arrumar tanto e, principalmente, garante o isolamento social, importantíssimo para conter a pandemia. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

20/03/2020   |
29/11/2019   |
22/11/2019   |
14/11/2019   |
08/11/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS