Quarta-feira, 28 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

O passeio no barco Pirata...

25/01/2013 - Por Marcos Salomão
Tweet Compartilhar
- "Pai, podemos passear no barco Pirata? Tem um lá na entrada da praia. Vamos de barco até uma ilha, com os piratas. Tipo um passeio.
- Que legal Henry! Faremos então o passeio no barco pirata e seremos os desbravadores deste mar!
- Menos pai, menos.
- Ok. Vou conversar com sua mãe e vamos amanhã à tarde.
-Por que à tarde? - (Ela me pergunta). O sol estará muito forte, haverá engarrafamento de carros até o local e um povo certamente vai pensar como nós. Vamos pela manhã. É mais tranquilo, mais família.
- Meu bem, será melhor à tarde. Almoçaremos naquele restaurante que você gosta, passaremos em alguns artesanatos que você viu no caminho e então levaremos as crianças ao passeio no barco Pirata. Seja compreensiva. Pela manhã daremos uma caminhada à beira mar. Não precisamos tirar os meninos cedo da cama. Confie em mim. Sei o que estou dizendo. O passeio ideal é à tarde...- ela concordou, mesmo que contrariada.
No outro dia acordamos cedo, caminhamos e depois arrumamos tudo. Almoçamos conforme o combinado e após uma breve passada no artesanato seguimos em direção ao barco Pirata. Um engarrafamento de quase 3 km parados ao sol, nos atrasou um pouco, mas tudo bem.
- É aqui pai! Olha lá os piratas! Estaciona, estaciona!"
- Calma meninos, vou procurar uma sombra - respondi.
- Quase impossível, com todos estes carros - ela lembrou ironicamente...
Com pouco esforço, estacionamos. Pegamos os ingressos, colocamos lencinhos com desenhos de caveiras e espadas na cabeça e fomos em direção ao mar. Olhando de perto, o barco não era bem o que eu esperava...
- Vamos nisso aí? - ela me perguntou...
- Amor, é um passeio com os meninos. Um barco Pirata. Temático. Todo pintado de preto, com desenhos de espadas, cordas e caveiras. Pense na alegria dos meninos. Vamos nos divertir!
Logo que o barco partiu, com umas 150 pessoas a bordo, o comandante falou através do sistema de som:
- Senhoras e senhores, colocaremos agora uma música para animar nosso passeio.
Daí todos gritaram comemorando, como se fosse um gol, e começou então a tocar a música do 'Camaro Amarelo'... Ela então falou baixinho ao meu ouvido:
- Pena que eu não trouxe uma farofa e umas coxinhas de galinha. Pois o ambiente é perfeito - Nem respondi. Que falta de sensibilidade. Olhei para os meninos e estavam firmes, apesar do sol de rachar sobre nossas cabeças. O comandante então falou novamente:
- Senhoras e senhores, estamos avistando um transatlântico europeu que está na costa brasileira e vamos circular com o nosso barco Pirata em volta dele...
- Uhuuuuuuu - o povo gritou novamente e o comandante aumentou o volume do som...
A bordo do barco Pirata, ouvindo a música do 'Camaro Amarelo', começamos a navegar ao redor do transatlântico que tinha o selo da União Europeia pintado no casco e a bandeira da Itália hasteada. Quando chegamos bem perto o comandante resolveu acionar a buzina de ar do barco Pirata e o povo gritou novamente... Circulamos o transatlântico buzinando e os turistas europeus agora saíam de seus confortáveis apartamentos para abanar para os brasileiros alegres do barco Pirata. Elis nem me olhava mais...
Finalmente chegamos à ilha. Um povo cantava e dançava ao sol. Havia um som alto, mantendo o clima, tipo samba e pagode. Pedi logo aos meninos:
- Vamos descer meninos, e realizar a trilha na floresta?
- Não pai, acho que podemos voltar. Já está bom por hoje. O passeio foi legal!
Olhei para ela e pedi, e você meu amor, quer descer na ilha?
- Acho que não. Pois além de eu não ter trazido a galinha e a farofa, também esqueci o pandeiro, que seria ideal para o momento..."



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/04/2015   |
13/04/2015   |
13/04/2015   |
27/03/2015   |
20/03/2015   |
13/03/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS