Terça-feira, 20 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1534
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

O orgulho dos argentinos

27/03/2013 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar

Gustavo Griebler*

Há uns dois anos atrás, fiz uma viagem com minha família e alguns amigos para a Argentina. Naquele final de semana, mais precisamente no sábado, estava acontecendo a final da Liga dos Campeões da Europa, espécie de Libertadores da América nossa, envolvendo o Barcelona. Notei muitos argentinos assistindo à partida com a camisa do Barcelona e em alguns o nome Messi gravado atrás. Os argentinos vibravam com a vitória do time e do jogador, algo que eu não tinha visto ainda. Estávamos na Argentina, e o Barcelona é espanhol, mas com o astro sendo da Argentina. No Brasil, vibramos porque o time tinha Daniel Alves? Creio que não. Muitos talvez nem soubessem que estava acontecendo este jogo.

Trago este fato para falar da escolha do Papa argentino, o primeiro latino-americano na história. Penso no orgulho que este povo está sentindo. Eles valorizam muito seu País, algo que deveria servir de exemplo para o nosso, País de muitos desacreditados. Nós gaúchos damos sempre uma verdadeira demonstração de apreço por nosso Estado, mas não chega perto do que vi na Argentina. Estávamos em Posadas, província de Misiones, enquanto que Messi é de Rosário, província de Santa Fé. E as pessoas vibravam com ele, vibravam com o Barcelona.

Contatei um amigo argentino para saber o que sentia e o que o País sentia com a escolha do Papa. Ele me relatou que o povo argentino está em festa. Católicos e não católicos saíram às ruas para festejar a escolha do novo Papa quando do anúncio. O governo, por outro lado, segundo ele, ficou nervoso. O aspecto político não anda dos melhores por lá. A não concordância da política de Cristina Kirchner é algo manifesto.

Rivalizamos muito com o povo argentino, no futebol principalmente. No entanto, são nossos vizinhos, temos um mercado comum nos ligando (Mercosul). Precisamos deles, eles precisam de nós. Conheça e faça amizade com eles. Você verá o que é poder contar com alguém. Se a palavra confiança estava adormecida em você, ela acordará do sono profundo ao você ter um ou mais amigo argentino ou amiga argentina.


* Mestre em Educação nas Ciências.
Professor de Ensino Superior da Setrem



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/11/2018   |
09/11/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS